Rudy Molard (Groupama) integrou um grupo de seis fugitivos que chegou isolado à meta no final da 5.ª etapa da Volta a Espanha e destronou Kwiatkowski do primeiro lugar.

A fuga do dia chegou a ter 25 corredores, incluindo José Mendes, e terminou com uma vantagem de mais de quatro minutos sobre o pelotão.

Após as cinco primeiras “tiradas” Rudy Molard (Groupama) é o camisola vermelha com Michal Kwiatkowski (Sky) no 2.º lugar a 1m 1s, Emmanuel Buchmann (Bora) no 3.º lugar a 1m 8s, Simon Yates é 4.º a 1m 11s, e Alejandro Valverde (Movistar) está no 5.º lugar a 1m 13s.

O melhor português é Tiago Machado (Katusha) em 69.º, Nelson Oliveira (Movistar) 76.º, José Mendes (Burgos) 85.º e José Gonçalves (Katusha) 93.º.

Esta quinta-feira corre-se a 6.ª etapa entre Huércal-Overa–San Javier, Mar Menor, na distância de 155,7 km.

É previsível uma chegada em pelotão, num percurso plano em que as duas contagens de montanha de 3.ª categoria não têm expressão. Principal dificuldade poderá passar pelo vento habitual na região de San Javier.